@

PROGRAMAÇÃO

05 DE ABRIL DE 2010 – SEGUNDA

Local: Auditório do CFH

18:30h – Sessão de Abertura do evento:

Apresentação do seminário com representantes da Revista, do CALIGEO, do Deptº de Geociências, das Coordenações de Graduação e Pós-Graduação em Geografia, da Direção do CFH e da Reitoria da UFSC.

19:00h – Mesa: Geografia e Comunicação: experiências internacionais*

Dr. Hugo Romero – Universidad de Chile

“La información geográfica en la prevención, gestión y reconstrucción en el terremoto de Chile”

Dr. Axel Borsdorf – Universidade de Innsbruck Austria

Dr. Héctor Ávila Sanchez – Universidad Nacional Autonoma de Mexico

“La información geográfica y socio-espacial en los medios de comunicación de Mexico”

*As três palestras serão ministradas em língua espanhola.

06 DE ABRIL DE 2010 – TERÇA

Local: Auditório do CED

19:00h – Palestra: A influência da mídia na produção do conhecimento geográfico.

Dr. Francisco Mendonça – Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Possui Graduação (UFG, 1983), Mestrado (Geografia Física / Meio ambiente – USP, 1990), Doutorado (Clima e planejamento urbano – USP, 1995) e Pós-doutorado (Epistemologia da Geografia – Université Sorbonne/Paris I/França, 2005) em Geografia. É Professor Titular do Departamento de Geografia da UFPR. Foi professor convidado da Université de Sorbonne/Paris I/Institut de Géographie (2002), da Université de Haute Bretagne/Rennes II/França (2004) e pesquisador convidado da London School of Hygine and Tropical Medecine (Londres/Inglaterra 2005) e do Laboratoire PRODIG/França (Univ. sorbonne/Paris 1, 2005). Tem experiência na área de Geografia e Geociências, com ênfase em Geografia e Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudo do Ambiente urbano, Climatologia, Geografia da Saúde, e Epistemologia da Geografia.

07 DE ABRIL DE 2010 – QUARTA

Local: Auditório do CFH

19:00h – Palestra: A produção científica na era da informação e a luta pela liberdade do conhecimento.

Dr. Sérgio Amadeu da Silveira – Universidade Federal do ABC (UFABC)

Graduado em Ciências Sociais (1989), mestre (2000) e doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2005). Consultor de Comunicação e Tecnologia. Foi professor titular do Programa de Mestrado da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (2006-2009). Presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (2003-2005) e foi membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil (2003-2005). Pesquisa as relações entre comunicação e tecnologia, práticas colaborativas na Internet e a teoria da propriedade dos bens imateriais. Autor dos livros: “Exclusão Digital: a miséria na era da informação” e “Software Livre: a luta pela Liberdade do conhecimento”. Desenvolve trabalhos nos seguintes temas: exclusão digital, tecnologia da informação e comunicação, sociedade da informação, economia informacional, cidadania digital e Internet. Atualmente é professor adjunto da UFABC.

DIA 08 DE ABRIL DE 2010 – QUINTA

Das 9:00 às 12:00 h – Espaço de Debate “Mídia e Relações de Poder”

Local: Auditório do CFH

Convidados:

Profª. Ms. Tais Dassoler (Comunicação Social – IELUSC)

Prof. Dr. Jacques Mick (Sociologia Política- UFSC)

Jornalista Pedro Carrano (Jornal Brasil de Fato)

Apresentação: Keli Ruas (Expressões Geográficas)

Mediador: Marcos Espíndola (Expressões Geográficas)

Das 14:00 às 18:00 h – Mini-cursos*

Das 19:00 às 21:00 h – Mostra de vídeos: CIRCUITOS COMPARTILHADOS

Local: Auditório do CFH

Galerias Subterrânea, 27′- Goto, epa! (Curitiba)

Zumbi somos nós, 38′ – Frente 3 de Fevereiro (São Paulo)

NBP na Cachoeira dos Descartógrafos e/ou Orquestra Organismo, 7′15″ (Curitiba)

Os Raimundos, os Severinos e os Franciscos– Maurício Dias e Walter Riedweg.

Sábados Culturais, 4′ 20” – Túlio Tavares (São Paulo)

Ocupar, resistir, construir, viver, 5′ 46 – Túlio Tavares e Antônio Brasiliano (São Paulo)

Eletrocardiograma Social do Centro, 2′ 27” – Túlio Tavares e Antônio Brasiliano (São Paulo)

DIA 09 DE ABRIL DE 2010 – SEXTA

Das 9:00 às 12:00 h – Espaço de Debate “Mídia e Problemática Ambiental”

Local: Auditório do CFH

Convidados:

Prof. Dr. Luiz Fernando Scheibe (Geografia – UFSC)

Prof. Dra. Yara Guasque (Artes Visuais – UDESC)

Dr. Luiz Otávio Cabral (Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina)

Apresentação: Fabíula Silva (Expressões Geográficas)

Mediador: Orlando Ferretti (Expressões Geográficas)

Das 14:00 às 18:00 h – Mini-cursos*

Das 19:00 às 21:00 h – Encerramento do Seminário

Local: Auditório do CFH

Apresentação e avaliação do que foi produzido durante o evento, através de relatos dos participantes. Apresentação do espaço “GeoEventos” da Revista Discente Expressões Geográficas.

*SOBRE OS MINI CURSOS:

Serão oferecidos 05 mini cursos, com duração de 8 horas cada, com direito a certificado emitido pelo DAEX. (Presença de 100%)

As inscrições para os Mini-cursos deverão ser feitas previamente junto com a inscrição por e-mail.

Os participantes podem se inscrever em apenas um Mini-curso.

Além dos ministrantes, cada mini-curso contará com o apoio técnico de 02 integrantes da organização geral do evento e de pelo menos 1 monitor.

Caso haja disponibilidade de vagas no dia, as inscrições serão feitas no local.

COMUNICAÇÃO POPULAR:
UMA AÇÃO MILITANTE. DAS RESISTÊNCIAS NA AMÉRICA LATINA AO TRABALHO DE BASE

Ementa: A partir do resgate das lutas populares na América Latina e no Brasil, o confronto dos movimentos sociais contra os meios de comunicação corporativos e a necessidade de criação de uma comunicação realmente popular, a oficina quer potencializar as iniciativas locais de comunicação popular, como instrumentos concretos no trabalho de base e mobilização.

Objetivo: a partir desta síntese entre o conteúdo das experiências globais e locais, elaborar planos de ação em comunicação popular, construídos de acordo com a realidade local, para diferentes espaços: universidades e juventude, áreas de ocupação, associações de moradores e carrinheiros, locais de trabalho, etc.

Local: Mini Auditório do CFH

Ministrantes: Pedro Carrano, Lucimeire Martins e Ednubia Ghisi, do Núcleo Paulo Leminski de Comunicação e Cultura.

Número de vagas: 30

RÁDIO LIVRE

Momento teórico: (gravação)
Em um espaço qualquer do Centro de Convivência-UFSC, debater em roda o surgimento das rádios livres no contexto da contra-cultura da década de 60 e as transformações ocorridas de lá pra cá nos meios de comunicação, via rádio e em geral. Debater o papel da Transmissão de informação via ondas sonoras e da Mídia na sociedade atual. Debater sobre as tecnologias e os monopólios dos meios de comunicação e também as alternativas existentes e as práticas de resistência. Debater os modelos de rádio existentes, a questão legal, e a concepção de rádio livre da Rádio Tarrafa.

Momento prático: (transmissão)
No estúdio da Rádio Tarrafa, debater como se constrói uma rádio livre, quais são materiais necessários, como instalar, como transmitir pela Net, como transmitir pelo ar, sobretudo debater os objetivos da Rádio Tarrafa na prática efetiva. Transmitir a gravação do Momento teórico e ao vivo trechos do Momento prático.

Local: Estúdio da Rádio Tarrafa e Centro de Convivência

Ministrantes: Cid Neto, Camila e Daniel Germano, do Coletivo Rádio Tarrafa 104.7 FM LIVRE

Número de vagas: 15

Materiais sugeridos: Tocador de MP3, câmeras e Musicas.

GRAFITE: ARTE DE RUA

Ementa: O mini curso Grafite tem como proposta debater sobre o universo da arte de rua e o papel do grafite na sociedade, através da introdução de alguns conceitos, técnicas e materiais. A oficina está dividida em duas partes complementares:

Parte 1: Apresentação e debate sobre o surgimento do grafite, como este é visto na história da arte oficial, os ícones na história e o grafite como arte pós-moderna.

Parte 2: Serão apresentadas técnicas básicas (mão livre, pré-projetual e stencil) que auxiliaram no processo criativo do grupo. Os materiais serão apresentados, de acordo com as suas particularidades e especificações de uso. Espaço para experimentações. Avaliação coletiva sobre o mini curso.

Local: a definir

Ministrante: Gabriel Nogueira

Número de vagas: 15

Materiais necessários: 1 lata de spray de qualquer cor, 1 folha de papel Paraná, Lápis, Estilete, Canetão, Pincel e Esponja

ARTE E GEOGRAFIA: DIÁLOGOS E APROXIMAÇÕES NA CONTEMPORANEIDADE – Materialidades e imaterialidades: o espaço na/da arte contemporânea

Ementa: O mini-curso abordará, a partir de alguns trabalhos de coletivos e de artistas visuais contemporâneos, possíveis relações entre a arte e a disciplina geográfica. Trabalharemos com conceitos e categorias comuns percebendo as conexões e os diálogos, as apropriações e as referências. Percebendo a arte como um campo do conhecimento com grande afinidade com a geografia, principalmente, quando se tratam de abordagens situacionistas, processuais, relacionais.

Objetivo: Apresentar trabalhos e experimentos de artistas brasileiros contemporâneos cuja questão do espaço mostra-se vital à sua poética. A partir disto, gerar uma discussão acerca de diálogos com a disciplina geográfica, enfatizando ações propostas por coletivos e intervenções em espaço público.
Propor um trabalho prático (uma ação) na cidade de Florianópolis em que o grupo se utilizará de recursos plásticos para a construção de uma breve cartografia poética. Para além do diagnóstico de uma situação será elaborado um trabalho experimental a partir da percepção dos participantes.

Metodologia: O curso iniciará com uma primeira etapa expositiva traçando um breve histórico das relações entre arte e espaço na contemporaneidade. E uma segunda etapa em que será proposta uma atividade de documentação poética na cidade, a construção coletiva de mapeamentos do sensível.
Poderão ser utilizadas diversas formas de documentação: fotografia, vídeo, som, desenho, texto. A partir destes breves relatos da experiência será elaborado um blog para compartilhar o trabalho realizado.

Local: Sala de Usos Múltiplos – Departamento de Geociências, CFH.

Ministrante: Gabriela Leirias (geógrafa e arte educadora – Curitiba, PR)

Número de vagas: 15

Materiais sugeridos: Câmeras, gravador, lápis de cor ou canetinha, papel branco ou colorido.

EDIÇÃO DE VINHETAS EDUCATIVAS PARA RÁDIOS COMUNITÁRIAS

Ementa: Buscando articular reflexão e ação, este mini-curso pretende debater a comunicação como uma ferramenta de transformação social. Partindo da experiência da rádio comunitária Campeche, pretende capacitar os participantes à edição básica de áudio voltada para a produção de vinhetas, que serão posteriormente veiculadas na própria programação da rádio.

Objetivos: Contextualizar a mídia comunitária enquanto modalidade específica da luta pela democratização da comunicação, expondo algumas de suas características e conflitos vividos; Introdução ao uso de ferramentas de edição de áudio em sofware livre; Criação colaborativa de conteúdo para a programação da rádio comunitária Campeche.

Local: Sala de informática

Ministrante: Coletivo Rádio Comunitária Campeche

Número de vagas: 15

Material sugerido: computador pessoal (lap top)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: